Logo Prefeitura de Salvador

Monumento de Mário Cravo é inaugurado quatro anos após incêndio

Na última quarta-feira (11), o prefeito Bruno Reis realizou a entrega de duas obras de arte que passaram a integrar o cenário da Praça Cairu no bairro do comércio. O Monumento à Cidade de Salvador feita pelo artista plástico Mário Cravo,volta a ocupar o mesmo lugar de origem,após ser reconstruído em função de um incêndio que atingiu a peça, em 2019; um outro monumento também foi entregue em homenagem às vítimas da Covid-19 encomendada pela Fundação Mário Leal Ferreira (FMLF) e produzida pelo artista plástico Tatti Moreno, que morreu em 2022.

Valter Pontes/Secom

O Monumento à Cidade do Salvador, também chamado de Fonte da Rampa do Mercado, foi reconstruído pela Companhia de Desenvolvimento Urbano (Desal) com fidelidade ao projeto anterior, de autoria do artista Mário Cravo Júnior (1923-2018). Os trabalhos foram desenvolvidos pela Fundação Gregório de Mattos (FGM) e também contou com apoio da Superintendência de Obras Públicas (Sucop). 

Valter Pontes/Secom

O monumento em homenagem as vítimas de covid, também foi inaugurado no mesmo dia, contando com a presença de alguns profissionais de saúde que trabalharam no combate à Covid-19 na cidade. Além deles, os familiares de Tatti Moreno estiveram no local.

Sucop finaliza recuperação de cratera na Estação da Lapa

A cratera que se abriu na Estação da Lapa, no final do ano passado já foi recuperada. O serviço ficou sob a responsabilidade da Superintendência de Obras Públicas (Sucop). Além da recuperação do asfalto do trecho, também foi realizada uma avaliação no perímetro, a fim de evitar quaisquer intercorrências que possam colocar em risco quem circula diariamente na estação.

Os ônibus que tinham sido realocados em outros pontos voltaram para as paradas convencionais. A medida engloba as linhas 0136- LB1 Lapa x Chame Chame, 0137- LB2 Lapa x Barra Avenida e 0903- Lapa x Boca do Rio, 0138 – Lapa x Garibaldi/ Ondina , 0138–01 – Lapa x Vale do Canela, 0140 – Lapa x Rio Vermelho (Cardeal da Silva) 0140-01 – Lapa x Federação/HGE, que tinham sido transferidas para o andar térreo em dezembro do ano passado.

Valéria ganhará primeira unidade de Cras modelo construída em Salvador

Na última quinta-feira (15),foi assinada pelo prefeito Bruno Reis, a ordem de serviço para construção da primeira Unidade Cras,ele esteve acompanhado da vice-prefeita Ana Paula Matos e do titular da Secretaria Municipal de Promoção Social, Combate à Pobreza, Esportes e Lazer (Sempre), Daniel Ribeiro.

De acordo com o prefeito de Salvador “Este equipamento trará novo conceito que não é somente estético ou construtivo, mas também um padrão superior de qualidade e atendimento. O prédio atual será demolido e vamos investir R$1,1 milhão na construção do equipamento, nos mobiliários e nas equipes que irão assistir à população. A unidade vai ajudar muito no apoio às famílias mais carentes e com problemas nos vínculos sociais”.

O chefe do Executivo anunciou que a gestão vai trabalhar para deixar as demais unidades como o Cras Valéria. “A área social precisa de uma atenção especial. Salvador ocupa o primeiro lugar entre as capitais do Nordeste que mais investem em assistência social, segundo publicação recente da Frente Nacional dos Prefeitos, mas a cidade ainda possui muitos desafios socioeconômicos. Salvador tinha 190 mil pessoas cadastradas no Auxílio Brasil no final de 2020. Agora estamos com 275 mil famílias. Tivemos um aumento de 85 mil pessoas na pobreza e extrema pobreza. Teremos muito a trabalhar para mudar essa realidade, e este equipamento tem esse papel”.

O projeto será elaborado pela Fundação Mário Leal  Ferreira (FMLF), será um grande marco e mudança de patamar para abrigar o equipamento social.

O equipamento será construído sob a supervisão da Superintendência de Obras Públicas do Salvador (Sucop), fruto de processo licitatório, e investimento de mais de R$1 milhão, com recursos dos próprios cofres municipais. O prazo de execução previsto para ser concluído até o final do primeiro semestre de 2023 e, durante o período de construção, o Cras Valéria funcionará no CEU de Valéria, em espaço independente.

Com capacidade para referenciar até cinco mil famílias, o Centro vai atender a população de Valéria e comunidades vizinhas como Palestina, Boca da Mata de Valéria, Nova Brasília de Valéria e Derba. A equipe contará com corpo técnico multiprofissional, formado por assistente social, psicólogo, educadores sociais, além do setor administrativo.

O funcionamento será de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, ofertando atendimentos particularizados, requisição e concessão de Benefícios Eventuais (natalidade, moradia, alimentação, viagem), BCP, Cadastro Único/Programa Auxílio Brasil; encaminhamento para acesso a outros serviços públicos; além do Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (PAIF) e Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos – SCP, entre outros.

Salvador já possuir 28 Centros de Referência de Assistência Social (Cras), este será o primeiro com imóvel totalmente construído, uma iniciativa inédita da administração municipal, que contará com uma estrutura moderna e de alto padrão.

“A construção do Cras de Valéria é uma iniciativa inovadora da Prefeitura de Salvador para a prestação dos serviços socioassistenciais do município, pois se tornará uma referência, impactando positivamente nos atendimentos, aprimorando uma política pública que já vem sendo implementada no município para a transformação e superação de vulnerabilidade de famílias que vivem em situação de pobreza e extrema pobreza”, avaliou Daniel Ribeiro.

© 2022 Copyright: Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia (SEMIT)
Skip to content