0
0
0
s2sdefault
08.10.2019

Trabalho de demolição continua na Fazenda Grande do Retiro após ruptura de encosta

Em decorrência da ruptura da encosta localizada na Rua Candinho Fernandes, no bairro Fazenda Grande do Retiro, sete imóveis foram demolidos até a tarde de ontem (07) pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur). Esta ação é indispensável para que a Prefeitura, através da força tarefa montada sob coordenação da Defesa Civil de Salvador (Codesal) e representantes da empresa responsável pela obra de contenção, identifique os motivos das rachaduras nas residências bem como o rompimento da encosta.

"Alguns dos imóveis que seriam demolidos acabaram por desmoronar com o rompimento da encosta (cinco no total). A previsão inicial era de demolirmos 15 imóveis. Entretanto, ainda não é possível dar esse número com precisão pois estamos avaliando a situação de cada residência. Estamos permanentemente no local, e nenhuma família prejudicada ficará sem assistência", declarou o diretor-geral da Codesal, Sosthenes Macêdo.

A Superintendência de Obras Públicas (Sucop) mantém o trabalho na região com a Codesal e Sedur, além de outros órgãos municipais como a Secretaria de Manutenção (Seman), Limpurb, Guarda Civil Municipal (GCM) e Secretaria da Fazenda (Sefaz), que faz o levantamento dos imóveis com intuito de garantir indenizações às famílias pelas perdas materiais. No entanto, o número de famílias que serão indenizadas depende da quantidade de residências que serão demolidas. A definição dos valores só é feita após a conclusão dessa primeira etapa de cadastro.

Famílias que preferirem poderão, ao invés de receber indenizações, ganhar apartamentos novos no Conjunto Habitacional Barro Branco, em fase de construção no Alto do Peru, conforme garantiu o vice-prefeito Bruno Reis, que esteve na comunidade na manhã de sexta-feira (04). A Codesal isolou, até o momento, 54 imóveis, sendo 24 após o incidente da semana passada, em outra área da Rua Candinho Fernandes, em Fazenda Grande do Retiro.

Enquanto a questão da indenização ou nova moradia não é definida, essas famílias estão sendo assistidas pela Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre). Até então, 41 estão recebendo o Aluguel Social, número que deverá crescer esta semana após formalização de cadastros.

0
0
0
s2sdefault