0
0
0
s2sdefault
03.03.2020

Obras próximas aos circuitos do Carnaval são retomadas

As obras que foram paralisadas no dia 19 de fevereiro por conta da proximidade com os circuitos do Carnaval já foram retomadas. São elas a da Avenida Sete de Setembro, Praça Castro Alves, Curuzu, Jardim Brasil e Corredor da Vitória. As obras da Avenida Sete de Setembro já têm 60% do andamento concluído.

No local, já foram realizados o alargamento das calçadas para cinco metros e a repaginação em granito e pedras portuguesas, além da inserção de rampas e piso tátil. Toda a via recebeu nova iluminação em LED, requalificação do asfalto, dos canteiros, melhorias da rede de drenagem e rede de água e esgoto, além de implantação de vala técnica e de rede de gás.

O trecho da Casa D’Itália até o Relógio de São Pedro, que representa 75% da via, teve toda a infraestrutura concluída. Toda a intervenção, que ocorre sob coordenação da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), deve ser finalizada em maio. A infraestrutura e pavimentação da Praça Castro Alves também serão entregues, com exceção do trecho do achado arqueológico que foi encontrado e passará por uma readequação do projeto.

Com a retomada das obras, será realizada a pavimentação da via em frente à Praça Castro Alves onde serão implementados paralelepípedos em piso compartilhado entre carros e pedestres. O trecho contemplado pela requalificação da Avenida Sete de Setembro começa na Casa D´Itália e segue até a Praça Castro Alves, cumprindo cerca de 1,2 quilômetro.

Foto: Jefferson Peixoto (Secom)

 

As obras tiveram investimento de aproximadamente R$ 20 milhões. Os recursos são provenientes de financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), através do Programa Nacional de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur) da Secretaria de Cultura e Turismo (Secult).

O projeto de requalificação da Avenida Sete e da Praça Castro Alves foi elaborado pela Fundação Mário Leal Ferreira (FMLF), e está sendo executado pelo Consórcio Nova Avenida Sete, formado pelas empresas Metro Engenharia e Consultoria Ltda. e Construtora BSM Ltda.

Curuzu – No Curuzu, 40% das obras já estão realizadas e a conclusão deve ocorrer em seis meses. As melhorias, iniciadas em agosto, são executadas pela empresa CBS Construtora Baiana de Saneamento, com acompanhamento da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra) e a Superintendência de Obras Públicas (Sucop). O projeto de requalificação foi elaborado pela Fundação Mário Leal Ferreira (FMLF).

De acordo com a Seinfra, as intervenções têm caminhado dentro do cronograma. Até agora, 30% dos serviços de pavimentação foram realizados e 40% das ações envolvendo drenagem, implantação de vala técnica, passeio em concreto lavado e meio fio já foram concluídas. O trecho a ser requalificado mede 1,1 km, e recebe investimentos de R$6,8 milhões. O objetivo da intervenção é promover melhorias urbanísticas e de mobilidade, além de valorizar a história e a cultura do Curuzu, que possui mais de 20 mil habitantes.

Demais locais – Também foram retomados os serviços nas regiões do Jardim Brasil (Barra) e Corredor da Vitória (Avenida Sete de Setembro). O Jardim Brasil passa por obras para colocação de piso intertravado, novo passeio, meio-fio, iluminação em LED e paisagismo. A previsão de finalização é de 30 dias. Já no Corredor da Vitória, um trecho de 1,2 quilômetro está sendo requalificado para a melhoria da mobilidade e, portanto, passa por ampliação das calçadas e pavimentação.

Do lado direito, segundo o projeto da FMLF, o passeio que fica no sentido Campo Grande-Barra será ampliado, ganhando uma ciclovia compartilhada no mesmo nível, permitindo que as pessoas pedalem ou caminhem com mais facilidade pelo trecho. A calçada do lado oposto também passará por pavimentação.

As obras ocorrem graças a uma parceria entre a Prefeitura e a iniciativa privada, com investimento de R$3,3 milhões, feito pelo Condomínio Mansão Wildberger. A previsão de entrega é em 60 dias. 

 

Fonte: Secom

0
0
0
s2sdefault