0
0
0
s2sdefault
13.11.2020

Morar Melhor chega em Santa Luzia do Lobato

 

Foto: Max Haack (SECOM)

 

A localidade de Santa Luzia do Lobato, no Subúrbio Ferroviário de Salvador, será beneficiada com a reforma de 132 casas pelo Morar Melhor. As melhorias, indicadas pelos próprios moradores, incluem reboco e pintura, recuperação ou troca de telhado, troca de esquadrias (portas e janelas) e instalações sanitárias. Prefeito ACM Neto entregou uma casa reformada pelo programa.

“O Morar Melhor tem transformado a realidade das famílias trazendo novo ambiente ao local onde elas moram. É o sonho de muita gente reformar a casa mas não tem dinheiro. Para muitas pessoas desempregadas, que trabalham no comércio informal e até para quem é assalariado, é difícil sobrar dinheiro no fim do mês para fazer reforma da casa. Reconhecemos que Salvador ainda é marcado por diferenças e desigualdades sociais. Mas me orgulho porque nos últimos oito aplicamos 80% dos investimentos nas áreas mais carentes", disse o prefeito.   

"Hoje, o Morar Melhor é reconhecido como o programa de maior alcance tocado por uma prefeitura voltado para habitação popular no Brasil. Vamos chegar até o fim deste ano com cerca de 40 mil casas reformadas. O programa é de propriedade do povo e que fica como marca independente de qualquer gestão”, acrescentou ACM Neto.  

Esta é a primeira vez do Morar Melhor em Santa Luzia do Lobato. O programa já beneficiou 30 mil famílias em mais de 128 locais da capital baiana. Nesta terceira etapa, o valor investido para a reforma de cada imóvel aumentou para até R$ 7 mil (antes, o limite era de R$ 5 mil).  

Critérios – O Morar Melhor foi criado pela Prefeitura em 2015 e é coordenado pela Secretaria de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra). As intervenções possibilitam a melhoria das condições sanitárias das habitações contempladas pelo programa, promovendo maior salubridade às edificações. Os critérios adotados pelas equipes técnicas da Seinfra para a seleção dos imóveis são a precariedade dos bairros, baseado em dados do IBGE; maior predominância de domicílios com alvenaria sem revestimento; maior predominância de pessoas abaixo da linha de pobreza, com renda per capita inferior a R$ 85; maior predominância de mulheres chefe de família; maior densidade habitacional e precariedade habitacional obtida pela observação de campo.  

Premiação – Em agosto de 2017, o Morar Melhor foi premiado com o Selo de Mérito Especial em reconhecimento ao sucesso e bom desempenho do programa. A solenidade aconteceu no 64º Fórum Nacional de Habitação e Interesse Social, em São Paulo. A iniciativa foi promovida pela Associação Brasileira de Cohabs e Agentes Públicos e pelo Fórum Nacional de Secretários de Habitação e Desenvolvimento Urbano a projetos que apresentam resultados de boas práticas em habitação.

 

FONTE: SECOM

 

0
0
0
s2sdefault